Status

As N Formas de …

Nos últimos tempos, verifiquei que sempre que acedo a uma rede social lá está um artigo que enumera as N razões que levam um trabalhador a procurar outro emprego, os N alimentos mais saudáveis, as N atitudes que um líder deve ter, as N boas práticas na educação dos filhos, os N passos para ficar em forma, as N regras da negociação, os N requisitos mais valorizados na Internet, as N etapas para ter sucesso, as N regras para gerir bem as finanças pessoais, as N tudo e mais alguma coisa… Seja qual for a rede social, lá está o caminho passo a passo que algum iluminado teve a bondade de partilhar com a plebe para que esta quiçá consiga um dia chegar perto desse utópico objectivo só ao alcance de poucos… É de facto uma tendência com bastante aceitação por parte dos utilizadores das redes sociais. Pessoalmente acho que já está a cair no exagero…

Gabriel Lopes

Anúncios
Status

Pagas e Não Bufas

Esta semana recebi uma mail da Autoridade Tributária e Aduaneira a lembrar-me que devo fazer o pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC) do meu automóvel no Portal das Finanças durante o mês de Outubro.

Acho curioso termos um Estado que enquanto cobrador envia mail’s antecipadamente com todos os detalhes (data limite, valor, modalidades de pagamento, contactos e horário do centro de atendimento,…) mas que enquanto pagador não tem a mesma proatividade a informar o contribuinte em relação ao pagamento das suas dívidas.

É que 4 meses após ter submetido a declaração de IRS de 2015, já ter sido ultrapassado o prazo limite de pagamento (31 de Agosto) e ter feito vários telefonemas para o centro de atendimento das finanças, o Estado continua sem saber dizer-me quando vai pagar o que me deve…

É caso para dizer que estes tipos são bons a seguir à letra a velha máxima do “receber antes, pagar depois“.

Gabriel Lopes

 

 

 

Status

Estágios…

Aí está um tema que na minha opinião prova como uma boa ideia em teoria pode ser muito mal aplicada na prática.

Aquilo que segundo o IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional deveria “promover a integração de jovens no mercado de trabalho ou a reconversão profissional de desempregados” não passa de uma medida que dá aos jovens e aos desempregados meras migalhas (por muito que estas lhe façam faltam e sejam por vezes o seu único meio de subsistência) e permite que entidades empregadoras tenham trabalhadores qualificados com um custo insignificante.

Ah e tal mas assim o estado promove o emprego que demoraria mais tempo a ser criado ajudando empregadores e trabalhadores que procuram uma oportunidade… Tretas!!!

Na minha maneira de ver as coisas são criados os seguintes tipos de empregos:

  • Empregos Rodízio com as entidades empregadoras a descartarem os estagiários no final e incorporando de imediato novo estagiário para continuarem a ter trabalho praticamente gratuito até ao momento em que teriam de inserir um deles no quadro.
  • Empregos Ampulheta em que os jovens/desempregados sabem que não vão passar dos 6/9/12 meses e em que as funções que desempenham muitas vezes não correspondem às suas qualificações/competências.
  • Empregos Fictícios que não sendo necessário às entidades empregadoras acabam por o ser dado o baixo custo que acabam para ter para estas. Isto apenas retira valor ao trabalho e desmotiva quem realmente procura um emprego a sério.
  • Empregos A Sério que seriam justamente remunerados sem estas medidas mas não o são.

Diria que existe a noção generalizada da deturpação deste conceito e da má aplicação de recursos, no entanto, penso que o mais gritante é o silêncio que decorre da dependência que existe desta e de outras medidas que deveriam ajudar a criar emprego e oportunidades mas que acabam por ter um efeito analgésico e inibidor na criação de emprego estável, qualificado e de longo prazo.

Gabriel Lopes

Status

Sem Espinhas…

Se há pessoas achacadas com as espinhas do peixe, eu sou definitivamente uma delas…

Ainda ontem ao jantar pensei: “ufa, hoje é aquele peixe que só falta escreverem na embalagem em letras garrafais Sem Espinhas“. No entanto, mal abri o peixe vi logo algumas das ditas espinhas…

Lá fui jantando pondo de lado as espinhas e pensando que nem tendo feito a boa acção do dia logo pela manhã, destravando o carro de uma senhora a quem o filho tinha puxado o travão de mão quase até ao tejadilho, me livrei das malditas espinhas… lol

No final da refeição contei 11 espinhas num peixe que supostamente não tem espinhas. Sinceramente acho que isto é Sina…

Gabriel Lopes

Status

Quando for grande…

Quando em 2008 comecei a trabalhar, pouco se falava em empreendedorismo, incubadoras de empresas ou de start up’s, mas desde essa altura que o meu objectivo profissional é trabalhar por conta própria.

Enquanto não surge a oportunidade e o momento de concretizar esse sonho o objectivo é gostar do que faço, aprender, desenvolver competências e crescer de forma contínua fazendo o possível para que o percurso seja coerente e com sentido ascendente.

Se aos 50, 50 e poucos não tiver o meu sonho realizado, tenciono juntar os trocos que tiver amealhado até então e rumar com a “Maria” até à terra onde nos instalaremos por conta própria, ela com a sua casa de chá e doces caseiros e eu dedicado à exploração florestal ou agrícola.

Até lá tudo pode acontecer ou não, o importante é que haja saúde.

Gabriel Lopes

Status

Dia de Pai

Hoje é um daqueles dias únicos na vida em que não posso deixar passar a oportunidade de dizer o que a palavra Pai significa para mim.

Hoje é o dia em que digo que tenho o melhor pai do mundo por todos os motivos e mais alguns. À sua maneira, com o seu feitio, defeitos e virtudes sempre deu o seu melhor e fez tudo o que podia e sabia para ser o melhor pai e me ajudar a ser a pessoa que sou hoje.

Mas hoje é também o dia em que essa passou a ser também a minha maior missão: Ser pai, ser o melhor pai do mundo para o meu filho António! Espero que um dia tenha orgulho em mim, o mesmo orgulho, admiração e respeito que tenho pelo meu pai António.

Amo-te Pai! Amo-te Filho!

Gabriel Lopes

 

 

Status

Avós!

Mesmo não sendo dia dos avós, hoje apetecia-me ir visitar os meus, não fossem os 350 kms que nos separam…

A vida às vezes é assim, nem sempre fazemos as coisas que gostamos com a frequência que queremos. O meu avô Adelino (Paterno) e a minha avó Ângela (Materna) vivem em lares desde há alguns anos a esta parte e sempre que os visito volto com um misto de sentimentos que me deixa por um lado muito feliz por poder estar com eles mas ao mesmo tempo um pouco triste por sentir que estão a ficar mesmo muito velhinhos…

Como gostava de poder continuar ouvir histórias das suas vidas durante muitos mais anos com a lucidez que ambos têm aos 93 e aos 92 anos. Estão relativamente bem, apesar da avó ainda hoje não gostar muito da ideia de morar no lar e ter caído há coisa de um mês. Já o avô mal consegue ver devido às cataratas que já não são operáveis, apesar disso está sempre bem disposto, por ele está sempre tudo bem e toda a equipa do lar gosta dele. Ao contrário da avó após um mês de estadia já dizia: “Se eu soubesse que era assim, já tinha vindo antes!

Esta é a ideia que tenho em mente quando sentir que já não tenho capacidades para tratar de mim, dos meus e da minha casa… Assim eu lá chegue.

Gabriel Lopes

Status

Só podem estar a brincar…

Desde que me recordo de ouvir falar na Maternidade Alfredo da Costa (MAC) a conversa é sempre a mesma… Está no limite da capacidade e vai fechar!!!

Maternidade Alfredo da Costa

Após a visita que fiz na última sexta feira, o sentimento que me invadiu o espírito foi: “Só podem estar a brincar…

É certo que o edifício está velho e precisa de obras em muitas das suas áreas mas não pagamos impostos suficientes pra isso? É inadmissível os quartos duma maternidade terem janelas de madeira velha com vidro de 3 mm de espessura, escadas de madeira desniveladas entre pisos que rangem à medida que se sobe mais um degrau, 8 camas por quarto e uma casa de banho por piso… Como é isto possível em 2016 na Maternidade com maior número de partos em Portugal e onde nasceu meia Lisboa?

E a parte do estar no Limite da Capacidade, é de rebolar a rir. Um atentado à inteligência de qualquer pessoa… Como é que é possível manipular a opinião pública desta forma? Que interesse está por detrás do extermínio desta instituição? Quem são os responsáveis? Simplesmente inacreditável, sobretudo se se tiver em conta que a natalidade decresceu vertiginosamente nas últimas décadas e que a Maternidade tem um piso inteiro encerrado…

Escandaloso e Vergonhoso!!!

Gabriel Lopes

 

Status

Sabedoria Popular

Ou muito me engano ou António Costa vai acabar por apreender na primeira pessoa um velho ditado popular que diz que “Quem com cães se deita, com pulgas se levanta…” ou para os mais sensíveis “Quem se deita com miúdos, acorda molhado…

De uma forma ou de outra cá continuarei a assistir serenamente e obviamente a pagar a conta.

Haja Saúde.

Gabriel Lopes

Status

“Estás mais Magro!”

Em 2005 comecei a sentir a necessidade de acompanhar com regularidade a evolução do meu peso corporal e desde então mantenho o registo dessas pesagens num ficheiro Excel.

A manutenção deste ficheiro só por si nunca me fez reduzir ou ganhar peso, mas permitiu perceber por exemplo que todos os anos perdi peso no mês de Julho ou que em 9 dos 10 anos de registo aumentei peso em Dezembro. Meras curiosidades ou como diria a minha amiga Rita Marques: “Lá estás tu com a mania dos ficheiros Excel...”

Na semana passada, após uma visita aos ex-colegas de trabalho da Alliance Healthcare, à medida que iam chegando, um após outro dizia-me a mesma frase: “Estás mais magro!” Passado uns dias resolvi pesar-me e a balança confirmou o que eles diziam e que eu também já suspeitava há algum tempo: 86,2 Kg!!! O menor peso em mais de 10 anos. =)

Desde 2012 que tenho vindo a perder peso de forma gradual e constante graças à ajuda, preocupação, paciência e dotes culinários da minha Leonor. Neste momento já lá vão aprox. 14 Kg e sei que se juntar ao maior cuidado com a alimentação a prática regular de desporto vou melhorar pequenos aspectos que contribuirão com toda a certeza para melhorar a minha qualidade de vida actual e no futuro.

Gabriel Lopes

Status

Ir a Votos

Ontem ao passar pelo Parque das Nações dei com uma banquinha que recolhia as famosas 7500 assinaturas necessárias a qualquer Cidadão Eleitor, Português de Origem e com mais de 35 anos que queira ser candidato à Presidência da República.

Neste caso concreto, a recolha era para viabilizar a candidatura de Henrique Neto às Eleições Presidenciais de Janeiro próximo, mas fosse quem fosse, iria contar igualmente com a minha assinatura.

Sinceramente acho um abuso ser necessário tanta assinatura… Faz com que poucas sejam as pessoas fora da órbita dos partidos que possam ser candidatos. Assim, viabilizarei com a minha assinatura todas as candidaturas de candidatos amarelos ou cinzentos, às riscas ou às bolinhas, da extrema esquerda ou da extrema direita, Filipes ou Marias, … Na hora da verdade logo se verá aquele que reúne a maioria dos votos dos Portugueses para ser o próximo Presidente da República Portuguesa democraticamente eleito.

Gabriel Lopes

Status

Tradições Populares

Se há coisa que aprecio são as nossas tradições populares, aquelas que não vêm nos livros, as que uns criticam por serem tradições medievais, as que outros dizem não terem fundamento cientifico, ou até mesmo aquelas que muitos têm vergonha de dizer como nossas enquanto povo.

Gosto dos ditados populares, das rezas à peçonha, do enterro do entrudo, das procissões religiosas, das desfolhadas, dos bailaricos de música popular, do cepo de Natal e Ano Novo, de cantar as Janeiras, da matança do porco, de pisar as uvas no lagar, das cantorias nas noites de Verão…

Tenho saudades de muitos momentos como estes que marcaram a minha infância e juventude e que acredito que traduzem muito daquilo que é a nossa verdadeira essência enquanto povo humilde, crente, trabalhador, solidário e feliz!

Gabriel Lopes

Status

Comemos o refugo dos outros…

Hoje fui ao supermercado e quando ia comprar Pêssegos Carecas (Nectarinas) perguntei ao operador qual era a origem dos ditos Pêssegos, ao que o operador respondeu que eram provenientes de Espanha. Entretanto, ao meu lado, uma senhora que que tinha acabado de chegar e ouvido a conversa apressou-se a dizer: “Comemos o refugo dos outros…” olhei pra ela e ela continuou: “a nossa fruta que é boa vai toda pra fora e a nós mandam-nos comer o que os outros não querem, é uma Vergonha!” e dito isto foi embora.

Em meia dúzia de palavras aquela senhora disse tudo. Ainda procurei por Pêssegos de origem Portuguesa mas pura e simplesmente não havia. Ainda se fosse um fruto tropical, um fruto fora de época ou um fruto cuja nossa produção fosse reduzida, mas não, eram apenas Pêssegos!

Gabriel Lopes

Status

Participação Democrática

Grande parte dos nossos problemas enquanto País têm origem no facto da nossa Participação Democrática como Povo ser uma mediocridade assustadora. Basta ver alguns aspectos básicos:

  • Não vamos votar;
  • Não oferecemos alternativas;
  • Não sabemos as regras básicas do funcionamento da democracia;
  • Compactuamos diariamente com “jeitinhos”, “cunhas” e “esquemas”;
  • Deixa-mo-nos enganar repetidamente;
  • Achamos que só temos direitos e não temos deveres;

“Ah e tal isso é muito genérico”. Pois bem, concretizando:

  • Que fazemos nós quando vamos a 160Km/Hora na autoestrada e somos multados?
  • Que fazemos nós quando vemos médicos a darem consultas no privado no horário em que deviam estar ao serviço do SNS?
  • O que fazemos nós quando sabemos de professores universitários que usam bolsas da FCT para financiar trabalhos para as suas empresas?
  • O que fazemos nós quando alguém diz que vai votar no Político X para primeiro ministro?
  • O que fazemos nós quando o gestor público usa o poder para dar trabalho às empresas de amigos para depois tirar partido pessoal desses favorecimentos?
  • Que fazemos nós quando o varredor da rua do nosso município passa o meio dia sem estar a fazer o que realmente lhe compete?
  • O que fazemos nós quando não pedimos factura em todo o lado?
  • O que fazemos nós em dias de eleições com 35º C?

Nas respostas a estas e outra questões entra novamente o “ah e tal”… e é aqui que “fechamos os olhos”!!! Aqui a culpa é sempre dos outros, afinal é mais fácil por a culpa em alguém e dizer mal do que dar o corpinho ao manifesto e fazer o que deve ser feito…

Enfim… Enquanto cada um de nós não fizer o esforço para que no conjunto sejamos melhores, mais informados, mais participativos, mais exigentes, mais justos, vamos continuar a ser medíocres enquanto Povo e País.

Gabriel Lopes

 

Status

Somos de Onde Queremos Estar

Nem sempre conseguimos estar onde queremos, mas nada nos pode impedir de ser de onde queremos estar!

Eu cá tenho muito orgulho das minhas origens e de sentir que pertenço a esta pequena e humilde terra que dá pelo nome de Soito de Aguiar da Beira. Tal como muitos outros, faço parte de uma geração que nasceu, cresceu ou vive longe do Soito, mas sempre que posso lá vou eu pra “Casa”. Infelizmente o trabalho e a vida puxam-nos pra longe mas o coração esse só tem um sentido.

Soito

Foi numa visita virtual que descobri o site da União de Freguesias de Soito e Valverde por acaso. Só posso dizer que fico muito feliz por ver um site moderno, funcional, actualizado e que permite uma maior partilha de informação entre todos. Muitos Parabéns.

http://www.ufsoutovalverde.com/

Aproveito também para me alegrar com o facto desta União entre Freguesias ter decorrido de forma tão tranquila e harmoniosa fruto da grande proximidade que sempre existiu entre as duas Freguesias. Fomos rápidos a perceber que não havia outra alternativa e a assumir que juntos somos mais fortes. Mais uma vez parabéns a todos.

E como a Saudade já é muita e ainda falta algum tempo até ao mês de Agosto, vou aproveitar o fim de semana livre para ir ao Soito fazer uma pequena visita aos meus pais. Aos que ainda têm mais um mês e meio pela frente antes de poderem regressar deixo um forte abraço.

Gabriel Lopes

PS: Nunca vou deixar de dizer/escrever Soito para passar a dizer/escrever Souto. Nem que viva 100 anos. =)

Status

Dia Mundial da Criança

No Dia Mundial da Criança o meu pensamento vai para todas as Crianças vítimas de Minas Terrestres Anti-Pessoais que segundo dados  da UNICEF e da Cruz Vermelha representam actualmente entre 46% e 50% do total de vítimas destas aberrações…

diaintminas

As amputações de membros acontecem em 30% dos casos, sendo os rapazes os mais afectados…

Uma das muitas tragédias que ainda afectam as Crianças de mais de 60 países em todo o mundo.

Gabriel Lopes

Status

Democracia Grega

Se eu já achava injusto o sistema de eleição de deputados para o parlamento Português por beneficiar os partidos mais votados em detrimento dos menos votados, permitindo a obtenção de maiorias absolutas a partir dos 43/44%, fiquei boquiaberto quando tomei conhecimento do sistema grego…

Não é que tenha a nada a ver com isso, mas como ninguém me impede de dar a minha opinião acho estranho um sistema que não permite a representação parlamentar dos partidos que obtêm menos 5% dos votos e que dá 50 deputados de bónus ao partido mais votado permitindo a obtenção de maiorias absolutas a partir dos 37/38%…

Mas como se diz na minha terra: “por um se ganha por um se perde“. O povo grego votou e o Syrisa ganhou, ponto final.

Resta esperar para ver o que vai acontecer daqui em diante na Grécia com a extrema esquerda à frente dos destinos deste país que atravessa uma situação social muito delicada e tem uma dívida monstruosa para pagar…

Gabriel Lopes

Status

TopObras

Porque o Empreendedorismo não acontece só no “Shark Tank”, aproveito para divulgar o projecto de um amigo e antigo colega do IST que lançou a sua empresa na área da Construção Civil.

A TopObras (www.topobras.pt) executa todo o tipo de obras estando vocacionada para a Reabilitação e Remodelação de Imóveis (apartamentos, moradias, lojas, escritórios e edifícios) e para a Coordenação e Gestão de Obras.

Conhecendo a honestidade, o rigor e a qualidade pelos quais o Pedro pauta todo o seu trabalho, tenho a firme convicção que sucesso é a palavra que classifica este projecto.

Gabriel Lopes

Status

Factura S.F.F.

Pouco a pouco os portugueses começam a habituar-se a pedir facturas em todas as compras que fazem, o que me deixa bastante satisfeito. =)

Temos todos de nos consciencializar da regra mais básica de justiça fiscal de qualquer país: Todos Têm Que Pagar os Seus Impostos!!! Neste equilíbrio o Contribuinte é sem dúvida o elo mais fraco, mas também, o elemento com maior capacidade no combate à evasão fiscal, em particular ao IVA e de forma mais genérica noutros campos nomeadamente:

  1. Permitir diferenciar empresas cumpridoras neste campo face à concorrência desleal daquelas que fugindo ao pagamento de impostos ganham uma vantagem competitiva fraudulenta;
  2. Diminuir os impostos que recaem sobre os contribuintes através da devolução de parte do IRS e do IVA pago em alguns sectores de actividade;
  3. Reduzir a economia paralela e a fuga ao fisco;
  4. Contribuir para um país mais justo.

Para isto basta pedir factura com número de contribuinte em todas as compras e registá-las no site e-fatura.

Apesar de não concordar com o actual Governo quanto à forma (sorteio semanal de automóveis topo de gama) e intuito com que tomou estas medidas (aumentar as receitas fiscais evitando ter que reduzir despesas), a verdade é que os portugueses estão a ganhar hábitos que ficarão depois da crise e que farão de Portugal um País mais justo e eficiente no que toca a Todos Pagarem os Seus Impostos!!!

Gabriel Lopes

Status

TAP

Tal como eu a maioria dos portugueses passa a época natalícia junto da família. Felizmente, tenho a sorte de não precisar de apanhar um avião para rumar até à Beira Alta. No entanto, este ano há milhares e milhares de pessoas que não têm a mesma sorte, isto porque a TAP resolveu brindá-las com uma greve de 4 dias entre 27 e 30 de Dezembro. Os 12 Sindicatos, DOZE, representantes dos cerca de 13 000 funcionários do grupo, convocaram esta greve como forma de protesto contra a privatização da empresa no início de 2015.

A minha opinião em relação à TAP que tanto dinheiro recebeu dos contribuintes, à TAP que é o elo de ligação da Lusofonia, à TAP que é uma das Bandeiras de Portugal e alimenta o Turismo, este Natal vai falhar aos Contribuintes, à Lusofonia, ao Turismo e principalmente a Portugal e aos Portugueses.

Quanto aos Sindicatos e à Greve só me apetece dizer: Sim sim, é mesmo assim que vão evitar a Privatização da TAP…

Gabriel Lopes

Status

E é isto…

Perante tanta Sem-Vergonhice só me apraz dizer que Portugal é irremediavelmente uma terra propicia para Ladrões, Corruptos e Macios.

Ah desculpem, agora diz-se Ladrões Gourmet, Corruptos Gold e Macios do Bairro que não podemos deixar de estar na moda!!!

Os Ladrões e Corruptos são os mesmos de sempre e os Macios também… Em relação aos primeiros só tenho a dizer que existem porque os segundos deixam, afinal, quem “manda” são os segundos e não os primeiros apesar de os primeiros acharem que o poder é deles e os segundos também… Enquanto todos pensarem assim tudo vai continuar na mesma! É a triste sina deste povo que continua a baixar a cabeça e a ser enganado com mais ou menos requinte, mais ou menos descaramento, mais ou menos sofrimento…

Gabriel Lopes